Home A Múltiplo destinos vá de bike Floripa de Bike
Home
A Múltiplo
destinos
vá de bike
Floripa de Bike
planejamento
mail
cursos

Na Mão Certa

Quando rodamos pela cidade, muitas vezes nos deparamos com ciclistas que por irresponsabilidade, ignorância da lei ou muitas vezes falta de conhecimento de transito, trafegam em péssimas condições de segurança, provocando situações que podem levar a graves acidentes.

O que mais observamos nas estradas e ruas são ciclistas trafegando pela contramão de direção, uma infração prevista no código brasileiro de transito, mas que muitos não a respeitam por acreditarem ser mais seguro devido ao fato de poderem enxergar o carro que esta vindo.

O problema é que esta falsa sensação de segurança expõe muito mais riscos para quem pedala. Um veículo que esta saindo de uma rua ou de um estacionamento por exemplo, dificilmente o motorista irá olhar para o lado da contramão, ira olhar simplesmente para o lado de onde vem os veículos, colocando o ciclista em um ponto cego.

Outro problema de trafegar na contramão é que muitos veículos acabam sendo pegos de surpresa, pois, se um carro vem a uma velocidade de 60 km por hora e um ciclista está trafegando a 20 km por hora, o encontro se dará a 80 km/h e não tem com se evitar uma possível colisão a não ser que se pare por completamente os dois veículos, bicicleta e carro. Já se os dois estão na mesma mão de direção, o veículo apenas precisa diminuir a velocidade para 20 km por hora que a colisão é evitada. O motorista que encontra uma bicicleta na mesma mão de direção deve tratá-la como um outro veiculo qualquer que está em uma velocidade mais baixa. Sabemos que muitos motoristas não respeitam os ciclistas, mas se nós não fizermos a nossa parte, ninguém fará por nós. Portanto ao pedalar, respeite as leis de trânsito e proteja-se. Apesar de muitas vezes estarmos com a razão, devemos lembrar que somos os menores e os mais frágeis do transito brasileiro.

Viajar de Bicicleta

Viajar de bicicleta pode ser uma aventura e tanto. Muitas pessoas sonham em um dia pegar a magrela e dar pedaladas maiores. Montado em uma bicicleta se tem a chance de conhecer muito mais de perto pessoas e locais. Aquela paisagem que de dentro de um carro se torna despercebida, de bike ela pode se tornar o ponto máximo da viagem. Infelizmente a maioria das rodovias do Brasil é inóspita aos ciclistas, tornando o ato de viajar de bicicleta não só uma aventura, mas também um esporte de alto risco.

Muitos paises já têm o ciclismo de turismo como uma das suas fontes de renda, com campanhas e infra-estrutura que atraem cada vez mais pessoas em suas bicicletas.

Não importa se o seu estilo é radical ou moderado, hoje da pra viajar de bike com toda a estrutura. Existem programas turísticos com locação de bicicletas, equipamentos de apoio e segurança entre outros serviços. Se você quer sair para viajar de bicicleta, não perca tempo. Pegue sua magrela e escolha o local. Pode ser próximo de sua casa, indo até a cidade vizinha para começar, ou mesmo pelas montanhas do Nepal, o que importa mesmo e pedalar. Existem pacotes para o Brasil e América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia e Oceania, programas que combinam pedaladas diurnas por locais maravilhosos, com hospedagem em ótimos hotéis, restaurantes e degustações por onde se passa. Programe-se e curta tudo o que a vida tem a oferecer do alto de uma bicicleta.

Viajar de bicicleta pode ser uma aventura e tanto. Muitas pessoas sonham em um dia pegar a magrela e dar pedaladas maiores. Montado em uma bicicleta se tem a chance de conhecer muito mais de perto pessoas e locais. Aquela paisagem que de dentro de um carro se torna despercebida, de bike ela pode se tornar o ponto máximo da viagem. Infelizmente a maioria das rodovias do Brasil é inóspita aos ciclistas, tornando o ato de viajar de bicicleta não só uma aventura, mas também um esporte de alto risco.

Muitos paises já têm o ciclismo de turismo como uma das suas fontes de renda, com campanhas e infra-estrutura que atraem cada vez mais pessoas em suas bicicletas.

Não importa se o seu estilo é radical ou moderado, hoje da pra viajar de bike com toda a estrutura. Existem programas turísticos com locação de bicicletas, equipamentos de apoio e segurança entre outros serviços. Se você quer sair para viajar de bicicleta, não perca tempo. Pegue sua magrela e escolha o local. Pode ser próximo de sua casa, indo até a cidade vizinha para começar, ou mesmo pelas montanhas do Nepal, o que importa mesmo e pedalar. Existem pacotes para o Brasil e América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia e Oceania, programas que combinam pedaladas diurnas por locais maravilhosos, com hospedagem em ótimos hotéis, restaurantes e degustações por onde se passa. Programe-se e curta tudo o que a vida tem a oferecer do alto de uma bicicleta.


Site Map